A equipe técnica da Via Ágil e da Semuttran estão diariamente analisando a oferta e demanda de passageiros em todos os terminais da cidade. Um grupo em uma rede social foi criado e durante todo o período de funcionamento da frota os técnicos trocam ideias, analisam hora a hora a quantidade de passageiros em cada linha. Funcionários dos terminais reforçam essas informações com fotos constantes dos ônibus e fluxo de pessoas nos terminais.

A drástica redução do número de passageiros, de 95 mil para 20 mil ao dia, fez com que as linhas fossem adequadas a oferta e demanda. Como cada linha tem a sua especificidade, essas alterações foram feitas linha por linha. Ao longo das últimas duas semanas, vários reparos aconteceram visando melhorar o fluxo de pessoas e esse monitoramento continua.

Essa semana duas linhas já voltaram ao normal, a linha 505 – Uninorte e a Linha 210 – Unileste/TCI. Além disso as linhas 444 -Sônia/Centro, 240 – Cecap/TPI/Centro, 322 – Novo Horizonte/TCI e 126 – Bosques do Lenheiro ganharam reforços, principalmente nos horários de pico (início da manhã e fim da tarde).